Mário, Sara & André

Curated Curators-1

A primeira vez que participo numa exposição como artista desde… hmm, eu depois digo. Uma ideia de Sara & André, como só podia. Bela experiência, a destes reis da autoreferencialidade, aqui multiplicada por um mirífico jogo de espelhos. Na Zaratan, Curated Curators (I) é a primeira de um tríptico de exposições. Conta com obras, entre outros – vejam lá – de João Silvério, Natxo Checa, Sandro Resende, Sara Antónia Matos, Maria do Mar Fazenda… uma mancheia de referências da curadoria. Aproveitei para fazer uma espécie de redenção dos meus tempos de Belas Artes, contando a história de como um quadro desprezado e dado por perdido durante décadas acabou recuperado numa original decoração de um apartamento… AirbnB. Uma aventura.

 

Fotografia de Bruno Lopes / Photo by Bruno Lopes

 

The first time I participate in an exhibition as an artist since… forget it, I’ll tell later. An idea by Sara & André. Obviously. And what an experience, by the kings of selfreferenciality, here multiplied by a mirific game of mirrors. At Zaratan, Curated Curators (I) is  the first of a triptych. Participants are, among others – now check this out! – de João Silvério, Natxo Checa, Sandro Resende, Sara Antónia Matos, Maria do Mar Fazenda… a handful of great curators. I seized the occasion, managing to engage in a sort of redemptive process recalling my times at Fine Arts School. In fact, my work is a story. The one of how a despised painting, which I considered lost and had forgotten for decades, ended up being recuperated, staring in the living room of a newly renovated and decorated apartment. Airbnb style. An adventure.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.